terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Alcatra à moda da Terceira


Hoje trago-vos uma receita tradicional dos Açores "Alcatra" que é uma especialidade, não vem ninguém cá que se vá embora sem provar esse maravilhoso prato.
O segredo da carne ficar tenrinha e sucolenta é facto de ser cozida num alguidar de barro tambem feito pelos moleiros daqui da terra, pois é um barro aspero, nao vidrado (como se costuma encontrar com muita facilidade no mercado) que só aqui se faz. O facto de ser cozido em lume a lenha, que não foi o caso, mas ficou no forno toda a noite no calorzinho e o facto da carne de vaca ter osso o que é muito dificil encontarar nos talhos no Continente. Esses factos todos fazem a diferença, pois resultam numa carne que se desfia facilmente com o manejar do garfo e da faca e com um paladar inconfundivel que só se consegue apreciar aqui no Açores.
Passemos à receita...

Ingredientes:

2,500 kg de carne para alcatra (com osso)
250 g de bacon partido aos quadrados
2 Cebolas grandes cortadas em meias luas
1 cabeça de alho inteira livre das cascas exteriores
3 folhas de louro
1 caldo de carne
2 c. de sopa de massa de malagueta
500 ml de vinho branco e água metade de cada
1 pau de canela
Pimenta da Jamaica
Cravinho moído
Sal
Banha para untar o alguidar de barro
Manteiga

Fiz assim:

Começei por untar o alguidar com banha de porco e por fundo coloquei a cabeça de alho descascada menos os dentes de alho e espetei no centro o pau de canela. Coloquei uma camada de cebola às rodelas e 1 folha de louro partida.
De seguida coloquei pedaços de carne e bacon, mais uma camada de cebola e louro e por último uma camada de carne.
Coloquei os temperos e uma nozinhas de manteiga e por fim o vinho misturado com a água.
Tapei com uma folha de alumínio e levei ao forno a assar mais ou menos por 1h30m a 2 h. Eu fiz à noite e deixei no calor do forno até ao outro dia.











O resultado depois de pronta.


Depois eu virei a carne para ficar mais macia.

Aqui já estava no prato a "modos" de ser degustada acompanhada com arroz branco.

Espero que apreciem uma das nossas especialidades, pois nós adoramos!

Beijinhos

30 comentários:

  1. Ai Susana,
    eu adoro a alcatra da terceira! lembro me que quando fui aos Acores este ficou um dos meus pratos favoritos de sempre, algo que so sabe divinalmente quando comido com os sabores da terra, em alguidar proprio e de preferencia nos Acores! Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Um manjar digno dos deuses, está bem tostadinha, mesmo apetecível, bjs.

    ResponderEliminar
  3. NUNCA COMI , MAS FIQUEI COM ÁGUA NA BOCA O ASPECTO ESTA SUPER APETITOSO.
    BJS

    ResponderEliminar
  4. Nunca comi, mas tem um óptimo aspecto.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Olá miga...

    já vi que mudas-te um pouco do teu blogue e digo-te está LINDO...

    Mas com bom aspecto está a tua carne...

    Não conhecia está maneira de fazer a alcatra...

    Obrigado por divulgares ...

    jinhos grandes miga...

    ResponderEliminar
  6. Parece ser bastante gostosa!
    vou levar esta receita :)
    jinhos

    ResponderEliminar
  7. Que delicia. Comi alcatra pela 1º ( e única até á data) na Terceira, num restaurante para os lados dos Biscoitos, acho eu. Fiquei absolutamente fã, nem sei porque não experimentei fazê-la em casa (eu sei que nunca seria igual...), mas agora a ver esta explicação bem pormenorizada estou mais que tentada. Diz-me uma coisa, Susana, a canela é imprescindível?
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Obrigada a todas pelos comentários ainda bem que gostaram da especialidade da minha terra.

    Carla, o pau de canela é muito importante porque dá um sabor especial à carne. Se quiseres fazer tens que te certificar que arranjas carne com ossso pois pelo contrário não vai resultar.
    Eu lembro-me que quando vivi aí no Continente deu-me uma vontade imensa de comer alcatra e tinha os alguidadres de barro que a minha mãe me tinha oferecido, e fui ao talho comprar carne de vaca mas como não vendiam com osso devido à doença das vacas loucas eu trouxe só a carne. Pois digo-te que a alcatra ficou muito seca e dura não gostei nada e daí para frente só matava a vontade de comer alcatra quando vinha de férias aos Açores.

    Barida, então já conheces o sabor original da alcatra não me deixas mentir.

    Beijinhos a todos e voltem sempre.

    ResponderEliminar
  9. Que maravilha de sugestão!
    Comi uma vez a Alcatra num restaurante em S. Miguel, chamado Arco da Velha. Adorei! Estava tão macia e bem temperada!
    Agora já sei como se faz!!!!!
    Obrigado pela receita.

    ResponderEliminar
  10. Susana,
    Nunca provei... Mas esta com um aspecto divinal.
    Devia de estar de comer e chorar por mais. As fotos estão de babar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Deve ser óptimo esse prato tipico...Adoro conhecer um pouco do que se come por outros lados.

    Bjoka,

    Rita

    ResponderEliminar
  12. Olá!
    Obrigada por seguir meu Blog, tb estou seguindo o seu! E adorei! Receitas muito originais! Parabéns.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  13. Ahhhhhhhhhhh!!!!!!!! Não fazes ideia das saudades que tenho de uma boa alcatra :)))) É capaz de ser o meu prato favorito de carne. Acho que, apesar de não ficar nada igual, vou experimentar no meu forno em casa. Não resisto :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina, também posso afirmar que é o meu prato favorito de carne de vaca. Não existe outra maneira de comer uma carne tão tenrinha e deliciosa.
      Quando vivi aí no Continente experimentei a fazer até levei o alguidar de barro daqui da Terceira. Mas a carne não tem nada a haver e ainda por cima não vendem osso, O que dá muito gosto à alcatra. Mas na falta, sempre dá para matar as saudades :)

      Beijinhos

      Eliminar
  14. O alguidar de barro tenho :) Sabes que compro às vezes carne dos Açores na loja Gourmet Espaço Açores. Vai embalada em vácuo e apesar de não ser como a vossa fresca, não fica nada mal. Um dia destes vou experimentar com essa. Bjs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. uma caçoila preta tb serve.... vacas há muitas e todas boas.... importante é o tempo do forno e o vinho....

      Eliminar
  15. Por favor, alguem me pode ajudar? preciso de saber de este prato é tipico da Consoada? Faz-se esta alcatra para o natal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mariana, este prato é típico cá da ilha Terceira, mas não é própriamente tradicional do natal. É hábito confecioná-lo pelos Bodos que também é uma festa típica onde se festeja o Espírito Santo (que se distribui esmolas pelas famílias carenciadas) e é dessa carne de vaca que confecionam a alcatra. Também se faz pelas festas das freguesias pelo verão. É um prato que se aguenta confecionado durante muitos dias e tem a particularidade de ficar mais saboroso cada vez que é aquecido, ao contrário de muitos outros pratos.
      Agradeço a visita ao blogue e semppre que desejar algum esclarecimento disponha.

      Cumprimentos

      Eliminar
  16. este prato é tradiçao no Natal?

    ResponderEliminar
  17. Olá Susana,
    obrigado pelas tuas simpáticas palavras lá no meu blog e de me indicares este teu post. É sempre bom ver como estas receitas tradicionais são feitas por pessoas da sua regiã, que estão mais dentro dos pormenores.
    Beijinho grande e obrigada

    ResponderEliminar
  18. Olá Susana.
    Onde é que se pode comprar alguidares desses que menciona?
    Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro
      Estes alguidares são tradicionais dos Açores, por isso são feitos num oleiro cá da ilha Terceira.

      Obrigada pelo interesse, espero que tenha exclarecido a sua dúvida.

      Volte sempre.

      Eliminar
    2. O povo não tem alcatra..... que é uma parte especifica de um vertebrado... neste caso de vaca

      Eliminar
  19. Na minha opinião com vinho tinto fica muito bom. Este é um prato tipico do Norte de Portugal que se faz com carne de cabra velha e se chama Chanfana. Nos Acores ãdaptou-se a carne de vaca e chama-se Alcatra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sr Afonso... a chanfana tem duas regiões... a de Poiares ali no interior de Coimbra com a cabra velha e na região de Aveiro com o carneiro......tudo no centro/Beiras.... falar de chanfana no norte é como falar de cataplana na zona de Aveiro....

      Eliminar
  20. Olá Susana,
    A alcatra de polvo faz-se com o polvo cozido primeiro na panela de pressão ou vai a cozer lentamente no alguidar?
    Muito Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla,
      eu nunca fiz alcatra de polvo. Fiz sim, polvo à lagareiro, guisado e cozido. À lagareiro ele coze primeiro na panela de pressão e só depois é que vai ao forno. Mas considero que em alcatra vai a cozer crú, porque ele coze lentamente e apura os sabores. Experimenta e depois conta! Quero ver!

      Beijinho e obrigada pela questão :)

      Eliminar
  21. Muito obrigada pela resposta, vou experimentar e logo conto como correu :) beijinhos

    ResponderEliminar
  22. A ALCATRA é uma chanfana de vaca.... antigamente as CAÇOILAS iam da Ria de Aveiro nas nossas barcas, que tem a chanfana de carneiro mas onde se faz tb de vaca e até galinha velha.... como a nossa o importante é o vinho cobrir a carne e muito tempo de forno.... Diz no texto do blog que agora as caçoilas/alguidares são feitos pelos MOLEIROS.... NÃO SERÃO OLEIROS?????? Entre as utilizações as caçoilas devem ficar ao tempo no exterior....porque, como não são vidradas, a gordura que entra no barro começa a rançar....

    ResponderEliminar
  23. Olá é a primeira vez que visito este blog e como é natural fiquei com curiosidade sobre este prato. Queria falar sobre a carne com osso e observando as fotos cheguei á conclusão que aqui no continente (
    lisboa ) costumo comprar esse tipo de carne que dá pelo nome de "OSSO BUCO" costumo fazer estufado na panela de pressão com um pouco de água muita cebola alho azeite salsa e os respetivos temperos a gosto. Depois retiro o osso buco e desfaço o caldo com a varinha mágica, se estiver muito grosso pode-se acrescentar água. Acompanhar com arroz branco e também com um bom vinho tinto alentejano...claro !!

    ResponderEliminar

A sua opinião é importante, por isso não a deixe de partilhar :)