terça-feira, 20 de novembro de 2012

O último folego


Cansada de muito trabalhar e de pouco descanso chegou o seu dia. Foi um dia de profunda tristeza. Perder uma companheira e ajudante de trabalho é sempre difícil. A sua ausência é sentida a tempo inteiro. Quando olho para o sítio onde ela costumava estar sinto tristeza, mas a vida é mesmo assim. Um dia chega-se ao limite e mais que se queira não conseguimos continuar. Mas sempre há uma forma de dar a volta, até porque nada e ninguém é insubstituível (é o que dizem, apesar de não concordar plenamente com essa citação!). Um transplante por vezes salva uma vida e era disso que ela precisava. E foi o que aconteceu. Fui à loja onde adquiri a minha máquina de fazer pão e encomendei uma nova cuba! Ficaram assustados, não foi!? hahhahah

 

E ao contrário do que mostro aqui no blogue, o pão que comemos cá em casa é sempre caseiro. Umas vezes no forno e outras (quase sempre) na MFP. Dá-me muito jeito, porque depressa preparo um pão enquanto faço jantar, vou caminhar ou outra actividade qualquer. Dispensa atenções e  preocupações. E o resultado é sempre satisfatório.


Sei o que como devido à sua qualidade. Uso sempre farinhas variadas  tais como de trigo integral, centeio, aveia, espelta, soja e gosto muito de misturar um pouco de farinha preparada para pão de diferentes gostos. Uso e abuso das sementes. Porque gosto e sei que nos faz bem. Para mim a MFP é sem dúvida uma excelente ajudante na cozinha. Não vejo a hora de ver a cuba a entrar pela porta a dentro :)



Ingredientes:

350 ml de água tépida
1 c. de chá de sal
1 c. de chá de Maiple Syrup
1 e 1/2 de fermento em baga
1 c. de sopa de linhaça dourada moída
1 c. de sopa de azeite
200 g de farinha de soja (preparada)
150 g de farinha de trigo
100 g de farinha integral
50 g de farinha de centeio
Sementes papoila e bagas goji q.b.

Fiz assim:

Na cuba da máquina deitei primeiro os líquidos e depois os sólidos, menos as sementes. Deitei no programa normal (que são 3 horas), cor média e quantidade II. Depois do apito juntei as sementes. Quando terminou retirei da cuba e deitei o pão na tábua do pão e cobri com um pano para não ressequir.

Depois aconteceu o acidente. Quando retirei a pá do centro caiu o resto do material que segurava a pá ):

Mas se tudo correr bem, e o banco de orgãos responder não tardará nada voltarei a ouvir os apitos da minha MFP ;)


Espero que gostem da sugestão ;)

Beijinhos e todos que passam por cá.

P.S- Agradeço imenso a visita de todos e aproveito para vos informar que não tenho conseguido deixar as minhas opiniões nos vossos blogues, apesar de vos visitar também. Espero que compreendem a minha situação e desejo que essa situação se altere depresssa, pois já tenho saudades :)

12 comentários:

  1. Também já me aconteceu o mesmo e a nova cuba resolveu a situação... este pãozinho ficou delicioso!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Enganaste-me bem sua malandreca. bjs

    ResponderEliminar
  3. Eu fiquei, claro! Já estava a pensar quem seria. E a pensar em hipóteses. Foi um alívio ler o fim do texto :)
    Quanto ao pão, um aspeto belíssimo!
    Beijos,
    Ilídia

    ResponderEliminar
  4. Mas olha que me enganas-te bem.
    Adorei o teu pão é bem ao meu gosto.
    bjs

    ResponderEliminar
  5. Que maravilha!!! Eu nem sabia que dava para encomendar apenas a cuba da máquina.

    ResponderEliminar
  6. O teu pão ficou com um aspecto delicioso!

    ResponderEliminar
  7. Que alívio! Vem aí uma cuba nova :)
    E esse pão, ficou tão lindo. O interior rico e macio, a cor fabulosa. Sem dúvida, a máquina dá-nos uma grande ajuda! E depois agora com o fogão a lenha aceso é sempre a cozer pão cá em casa!! Tão bom.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Bem confesso que me fiquei muito mais descansada ao saber que se tratava da tua mfp :) E também folgo em saber que já está de boa saúde para nos poderes presentear com estar maravilhas.

    Beijinhos

    http://receitaspanelaferro.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Ufa: pensei que era a Bimby ( seria bem pior,não??).
    O pão ficou com um aspeto delicioso,com estes ingredientes todos.
    Bj
    Márcia

    ResponderEliminar
  10. Que marota!Nem sabia que se podia substituir a cuba da máquina...Eu quase não uso a minha, mas acho que faço mal, principalmente quando vejo pães tão bons como este teu...Quem sabe me animo a usar a minha!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Puxa... ... e eu a pensar que falavas da ILidia!!!
    Venha a nova cuba e muito mais pão
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Ahahah, muito bom! Realmente aprendemos a viver com certas engenhocas que se nos falham é um ai Jesus! Mas ainda bem que fiquei a saber que é possível encomendar a cuba e parto do princípio que também dá para encomendar pás (que eu já ía ficando sem uma, por distração!!)
    O pão ficou lindo, com uma cor maravilhosa!!
    E agora, que venham mais pães na mfp ressuscitada! :D
    Beijinhos:)

    ResponderEliminar

A sua opinião é importante, por isso não a deixe de partilhar :)